sexta-feira, 25 de junho de 2010

Perdas aniversariando.


 
Um ano sem Michael Jackson, 20 anos sem Cazuza.

Só pra citar homenagens recentes a serem feitas por um canal de TV.
Referência mundial e nacional do cantar, de forte expressão, coragem e marcas de uma época.
Mas fica a pergunta... meus heróis vão todos morrer? Vamos perder as referências masculinas todas da arte? Grandes cantores morreram.
Verdadeiros gênios, personagens célebres. Foram e serão, eternamente, grandes nomes, artistas, reis.
As letras do Cazuza, seu cantar; os passos e mexer do corpo do Michael, nossa! Suas marcantes personalidades.
Dois homens e suas vozes. Vozes do mundo falado através de dois seres que, basta olhar, vemos meninos. Maluquices, meninices, inconsequencias, purezas - sim, acredito na pureza dos dois, maravilhas, coragem.
Foram homens que não se esconderam, trouxeram a público, por vontade própria ou não - isso é detalhe indiscutível, suas fraquezas, medos, anseios; mostraram que podemos ser melhores, um pouquinho que seja, mas melhores.
Mostraram a cara, Brasil!

3 comentários:

Marcio Nicolau disse...

Primeiro: perfeita a escolha das imagens. Impressionante convergência.
Depois: estou contigo. Acredito na inocência.
Pra terminar: perdas aniversariam. "O tempo não pára"

carmen disse...

Saulo, parabéns por teu espaço e por compartilhares este escrito com Vidráguas(www.vidraguas.com.br).

Um abraço e como diz Marcio com Cazuza o tempo não pára e juntos seguimos no mar de palavras!!!

Carmen Silvia Presotto

carmen silvia presotto disse...

Hey, voltei aqui porque hoje lembrei de Cazuza que me fez lembrar de ti que lembrou de homenageá-lo tão bem.

Um beijo amigo!

Carmen Silvia Presotto
www.vidraguas.com.br