quinta-feira, 17 de junho de 2010

Descoberta!!!!

Bem, como todos sabem, ao menos poderiam saber rsrsrs, minha caminhada pelas artes começou mesmo em 2008, quando decidi estudar locução - o que sou apaixonado. A locução é diferente da atuação teatral - onde não é você mesmo, mas uma personagem, caricata ou não, que tem outro nome, outra idade, outra história, outra vida. Na locução sou eu mesmo, Saulo Taveira Peixoto, improvisando, informando, dando pitacos pessoais num microfone.
Somente hoje, mais de dois anos depois, ouço o áudio dos programas feitos com a Mariana Beheregaray, na web rádio Nova RPB.
É engraçado me ouvir tanto tempo depois, me reconhecer; conhecer, na verdade. Aí entra a semelhança com atuar em TV, o artista se ver ou ouvir é estranho, no mínimo curioso. Eu fico rindo, sozinho. É legal demais. Estou todo bobo, um menino descobrindo, um surdo ouvindo pela primeira vez, é assim que sinto, meus ouvidos estão descobrindo minha própria voz - isso é lindo! Não vou julgar o que estava sendo dito, estávamos aprendendo, foi tudo tão espontâneo, tão puro. Nem me lembro mais o quanto estávamos tensos, preocupados... engraçado demais tudo isso. :)

Mas também muito triste: eu realmente não me conheço, me subestimo - CARALHO - o que faço comigo mesmo?
Como foi legal a experiência, como está sendo bom, 2 anos depois, mais maduro, sabendo melhor o que quero... estou emocionado! Juro!
Mas fica o aviso sério, não se subestime, não seja seu próprio algoz. Permita-se, porque agora eu vou me permitir bem mais, certamente. Que surpresa eu me fiz!  hehe

Nessa última semana fui tomado por uma imagem muito bonita e quero dividí-la agora, pois muito me foi revelado: algumas nuvens cobriam o céu, parcialmente, era noite, mas vi que ele, o céu, estava lá, estrelado, apenas, repito, parcialmente coberto. Ontem, quarta feira, 16/06/2010, o céu, aqui em Rio das Ostras estava completamente aberto, creio que nem poeira havia no ar, de tão limpo, lindo, imponente... e me dizendo: EU SEMPRE ESTIVE E ESTAREI AQUI, BASTA QUE LEVANTES A CABEÇA, MEXA ESSE PESCOÇO, RAPAZ. AS NUVENS SÃO PARTE DO MISTÉRIO, SÃO PARTE DA BELEZA, DE MIM. É a mais pura verdade, o céu falou comigo, tenho certeza. Me ouvir hoje foi descobrir o meu céu, eu-céu, ver/reconhecer as nuvens que me envolvem. Mas estou aqui, sempre estarei.

Fiquem em paz, descubram-se, permitamo-nos. - AMÉM.

2 comentários:

Marcio Nicolau disse...

Fique em paz. É o meu desejo.

William Moraes disse...

Bacana! Faz parte da vida de todos os artistas, em qualquer meio... Não gostar de ver/ouvir o que faz!
É completamente normal!