sábado, 4 de setembro de 2010

(Cria)nça: Pes(soa).



Mais um pouco de Fernando Pessoa postado aqui. É uma brincadeira, um experimento de interpretação. Quando li esse texto pela primeira vez pensei nele contado às crianças e, assim o fiz, conto à você, criança que aqui vem, desperta ou adormecida.

Ei, você! Vem brincar também.

Até a próxima semana.

13 comentários:

Athila Goyaz disse...

Que bonitiiinho rsrsrs

Gostei do texto "Circuito Fechado" muio bom mesmo!
Valeu pela dica! abraços!

António Rosa disse...

Gostei muito e ainda por cima de um poeta compatriota. Parabéns.

Valdeir Almeida disse...

Profundo.

Bom ouvir novamente o poema de Pessoa, sobretudo na sua voz (rsrs).

Abração e ótimo fina de semana.

carmen silvia presotto disse...

Querido saulo, que criança que nos habita siga sempre desperta!

Um beijo, parabéns por mais um poema conversado.

Carmen Silvia Presotto

Palco Mudo disse...

Obrigado pela visita ao meu Blog.
Adorei a declamação. Ainda para mais, de um poema do grande Fernando Pessoa.

Abraço

Luciano Azevedo disse...

Ótimas interpretações. Gostei muito da interpretação de Esquadros da Adriana Calcanhoto. É interessante que a relação que estabeleço com a música é diferente daquela que estabeleci com a letra recitada. Parece que na recitação a gente sente a palavra caindo em gotas, aos poucos; assim, digerimos melhor o poema. Aproveito e convido para conhecer Recife e Olinda no período da Mimo ou fora dele. Abraço, Taveira!

Marcio Nicolau disse...

"...até conseguir alcançar
a sua inocência..."

(Criança - Marina Lima)

Beijão Saulo, adorei o convite a brincadeira.

:)

Pérola Anjos disse...

Obrigada, Saulo!

Eu e a minha criança interior brincamos e nos divertimos bastante!

Beijos!

António Rosa disse...

Saulo

Passo para informar que o meu blogue 'Cova do Urso' vai homenagear este seu «Partitura».

O post vai ser publicado esta noite, à meia-noite (hora de Portugal), mas como temos 4 horas de diferença com o Brasil, você poderá ver a partir das 20:01 de hoje.

Abraço.

António

Abraço-te disse...

Muito bom!!!

Abraço-te

João Francisco Viégas disse...

E sentes só o que sentes.
És feliz porque és assim!!

Muito bom isso né!!

Abs!!

digitaqueeuteleio disse...

Parabéns pelo espaço, Saulo. Vim conhecê-lo através da postagem no Blog "Cova do Urso".

Um abraço.
Marcelo.

Augusto Barros disse...

Quanto tempo que nao passava aqui...adoro Fernando Pessoa. Adorei o post!